segunda-feira, 29 de abril de 2013

ALONGAR OU NÃO ALONGAR?

O alongamento pode ser estático ou balístico. O alongamento estático, e mais conhecido, é basicamente a manutenção de uma postura com tensão muscular durante alguns segundos.

O alongamento estático deve ser feito no final de um treino, pois fazê-lo no início pode prejudicar o desempenho na musculação e desportos que requerem movimento explosivo, pois reduz temporariamente a força muscular. Além disso, ao contrário da crença popular, a maioria dos estudos descobriu que fazer alongamento estático antes de um treino não preveniu lesões.

É melhor fazer um aquecimento como uma caminhada, elíptica, remo ou bicicleta.

 

 

O alongamento balístico é um movimento composto. Este tipo de alongamento também é conhecido como alongamento dinâmico, activo ou rápido. Envolve o balanço repetido da parte do corpo que está a ser alongada, que por meio de contracções musculares bruscas, ganha energia para aumentar o limite de alongamento. O balançar de braços por exemplo, levantar da perna, lunges em caminhada, são alongamentos dinâmicos balísticos.

Esta técnica deve ser realizada com toda a atenção e sob a supervisão de um profissional, pois pode levar a maiores riscos de lesões musculares.


Algumas dicas para os alongamentos:

1. Não alongar o músculo de forma intensa a frio
2. A frio é preferível fazer alongamentos balísticos suaves (dinâmicos) para ajudar no aquecimento
3. Realizar cerca de 30 segundos, 3 séries para cada grupo muscular. A 3ª série deve permitir um alongamento maior
4. Sentir o corpo e o movimento durante o alongamento
5. Insistir mais nos músculos que custam mais a alongar
6. Respirar fundo, lentamente e de forma constante e não conter o ar durante o alongamento
7. Nunca alongar ao ponto de sentir dor. Deve ser incomodo e criar tensão mas sem dor.


Bons treinos ;)