sexta-feira, 27 de novembro de 2015

24 HORAS! FEELINGS!

Estamos a 24 horas da próxima competição!

Esta será a competição que fecha o meu ano de 2015, que fecha um ciclo de 6 competições em 6 meses, que envolve estar em preparação praticamente desde Fevereiro e um trabalho de corpo e mente praticamente desde o inicio do ano.

É dificil, foi difícil, mas acima de tudo a satisfação é enorme. O sentimento de realização, de recompensa é muito grande. E não falo apenas de conquistas de pódios. Avaliando o período que fecharei agora, foram 6 competições, as 6 sempre no Top 5! Nada mau para o primeiro ano/ciclo de competições a nível nacional e internacional! Mas a recompensa a nível humano, a nível de reconhecimento, a nível de pessoas fantásticas que apareceram na minha vida, é a mais saborosa e gratificante.




Mas quero salientar isto mesmo, que antes de subir ao palco uma vez mais, mesmo antes de saber como irá correr, ja tudo valeu a pena! Porque não são só os prémios e taças que levamos que fazem parte do percurso e da aprendizagem. Porque aconteça o que acontecer uma coisa é certa, eu faço sempre, em cada uma das vezes que me preparo, o meu melhor! E em todas as vezes eu vou de coração cheio, de sensação de dever cumprido e segura de ter uma vez mais evoluído.





A “luta” é acima de tudo comigo própria! É cliché dizer isto hoje em dia. Penso que muitos dizem mesmo de boca para fora e só porque é moda dizer! Mas sinceramente eu tento mesmo evoluir, como pessoa e fisicamente, de competição para competição. Analiso sempre as opiniões de quem me acompanha e me segue, analiso as fotos, analiso a minha performance, analiso os meus próprios sentimentos, coloco-me á prova, e tento sempre melhorar um pouco mais! Roma e Pavia não se fizeram num dia, e eu sei disso e tenho essa ideia bem presente, mas também quem não trabalha arduamente não evolui!


Escolhi um desporto onde os resultados são “subjectivos”! Não é vencedor quem atinge determinado resultado, quem marca mais golos, quem é mais rápido, quem acerta no alvo, quem salta mais longe, não é uma conta certa, não é fácil de avaliar! Por isso há que ter o coração cheio, a vontade de brilhar e dar o seu melhor, mas os pés na terra…sempre!

Como em todas as competições do mundo, alguém tem de ganhar, por isso sonhar faz parte e deve mover-nos. Mas, na minha opinião, humildade e respeito pelos outros são a atitude mais correcta para pisar um palco, e na realidade, em qualquer competição, em qualquer desporto.



No fim o importante é continuar a sonhar, nunca desistir dos nossos sonhos, lutar por eles, ser persistente e paciente, trabalhar no duro, estabelecer prioridades, ter muita determinação. A vida vai encarregar-se de nos trazer os frutos do que semeámos, podem é não ser sob a forma de um lugar no pódio, pode não ser da forma que estamos á espera, podemos é ser surpreendidos pela vida uma vez mais, só temos de estar atentos e saber ser grato ao que a vida nos traz.


Como um amigo disse um dia, com esperança mas sem expectativa!




Espero por todos vós no dia 28 á tarde no Meo Arena para apoiarem todos os atletas que trabalharam durante meses para lá chegar e para apoiar este desporto que felizmente começa a crescer em Portugal e a ser devidamente valorizado mas que ainda tem um longo caminho pela frente.

Obrigada!

Bons treinos,

Ate breve.











segunda-feira, 23 de novembro de 2015

DOMINGO DE GLUTEOS: HOME WORKOUT!

No Sábado não consegui gerir tudo o que precisava fazer da melhor forma e apesar de ter feito o meu cardio não consegui o meu tempo para o meu treino de força. Por isso decidi ontem, Domingo, treinar em casa com o meu equipamento enquanto a minha pipoca dormia a sesta do almoço.

Pensei fazer algo com mais repetições, bem devagar, com menos cargas já que em casa não tenho à disposição as máquinas que costumo utilizar e logo, tenho de usar menos peso nos meus exercícios. Era dia de treino de glúteo...para variar!

Fiz apenas 5 exercícios, sendo que um deles fiz apenas duas séries. Montei uma barra com 10 quilos de cada lado e fiz os primeiros 3 exercícios, de forma concentrada e localizando bem a força no músculo. Ao início parecia quase fisioterapia, sinceramente. Depois decidi fazer de forma bem lenta e  muitas séries.

O resultado foi engraçado! Hoje quando acordei e me levantei, e nem 24horas tinham passado, lembrei-me rapidamente do treino de ontem! A verdade é que estou mais dorida do que muitos treinos de cargas bem pesadas no ginásio. Porquê? Porque tudo depende do estímulo que damos ao músculo.

Por isso acredito que não há uma fórmula secreta, um segredo milagroso no que toca aos treinos. Se jogarmos constantemente com a variedade, trabalhando com as cargas, com o tempo de descanso, com o tempo de execução do exercício, com a fase excêntrica e concêntrica, com as séries e repetições, com o volume de treino, podemos, usando como regra geral os mesmos exercícios e sem inventar muito, dar constantes estímulos diferentes ao corpo e ter resultados da mesma forma.

Treinar em casa também não significa que não sejamos exigentes ou que não podemos ter treinos tão eficientes e desafiantes.

Por vezes apenas nos falta mesmo a vontade e energia para começar. Em casa sinto que o foco tem ainda de ser maior do que no ginásio onde respiramos apenas aquilo, sem grandes distracções e onde estamos rodeados de gente que está motivada e direccionada para o mesmo que estamos a fazer. Em casa há mais distracções e mais interrupções se o permitirmos. É preciso ser ainda mais disciplinado e  procurar a estratégia certa para conseguir iniciar e terminar o treino conforme o planeámos. Encontrar o ambiente certo, desligar os "ruídos" e motivos de desconcentração, e escolher a hora certa para o fazer. Com o equipamento mínimo necessário podemos fazer treinos de lembrar no dia seguinte, basta ter vontade!

Aqui fica o meu treino de ontem, não tive oportunidade de filmar por isso aqui ficam as imagens de cada exercício:

10 (séries) x12 (repetições) Gluteos Bridge



10 x 12 peso morto de pernas esticadas






5x15 lunges (para cada perna)




10 x 12 sumo squat com barra




2x30 abdutor com banda elástica



Bons treinos!

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

ENTREVISTA A GUSTAVO SANTOS: INSPIREM-SE!

Gosto de entrevistar pessoas! Não apenas atletas, mas pessoas que têm vidas "normais", vidas dedicadas ao corpo, mente, ao desporto, vidas que respiram e inspiram o fitness e o bem estar!
Hoje partilho convosco a entrevista com um querido amigo e uma inspiração, Gustavo Santos. A sua forma física e o seu modo de viver a vida mostram que a idade é apenas um pormenor!
Acima de tudo um homem que ama viver e de se sentir bem consigo próprio, logo, como reflexo, também com os outros.



Inspirem-se!




                   






Como nasceu ou em que ponto começou esta tua paixão pelo desporto e pelo fitness? Sempre foste um homem ligado á actividade física?

A paixão pelo bem-estar físico, mental e espiritual nasce com todos, como tal, e desde que me lembro, sempre estive ligado à atividade física. Primeiro natação e patinagem, depois ginásio, dança e corrida.
Estar ligado ao nosso corpo, ouvi-lo e respeitá-lo é meio caminho andado para um estado confiante e uma vida equilibrada.





Que tipo de alimentos e que suplementação achas essencial para ti e que não faltam no teu dia a dia?


Super-alimentos como aveia, linhaça, chia, lentilhas e feijão. Qualquer tipo de peixe e muita verdura como brócolos, grelos ou espinafres. Chocolate preto e muita asneira em duas refeições por semana. Muita água também. Quanto a suplementação, um batido por dia de proteína isolada pós-treino.



Que tipo de treinos gostas mais de fazer?


Aqueles que envolvam natureza como correr na praia em treino intervalado.







Como te manténs focado e como fazes refeições saudáveis, tendo em conta que passas muitos dos teus dias em viagem por todo o país e no estrangeiro em trabalho?



É o meu estilo de vida. Escolho ser saudável. Além disso, hoje em dia já não há desculpas para não nos tratarmos bem! Há é muita irresponsabilidade e preguiça.



Tens uma cheat meal programada normalmente na tua alimentação ou preferes não a fazer? És do estilo de ter fases em que "estragas" sem qualquer receio ou preferes o método de ser sempre focado?


Sou sempre focado, mas encaro o prazer como parte do foco, como prémio pela disciplina, como tal, e como já referi, faço duas cheat meal por semana. Quando em preparação para algum trabalho, não faço nenhuma.



Fizeste a capa da Men's Health e esse foi mais um desafio da tua vida. Em que pontos essenciais se baseou a tua preparação? O que foi mais difícil para ti?


Essencialmente a nível mental. Desafiou-me a quebrar hábitos alimentares e mudar comportamentos. Foi um enorme teste de superação e mais um sonho vivido.




De que forma pensas que o estilo de vida que abraças a nível de treino e alimentar influencia a tua vida para alem da parte fisica e dos seus resultados?


Naturalmente a confiança sobe, a auto-estima também, assim como todos os índices de saúde, o que me faz sentir preparado para todos os desafios que a vida me possa apresentar.



Como te mantens focado e disciplinado de forma a manter a tua forma fisica todo o ano?


Estar bem comigo faz-me feliz e eu quero sentir-me feliz todos os dias.




Até que ponto achas importante o cuidado com a nossa forma fisica na nossa forma de ser? Serão aqueles que se preocupam tanto com o fisico demasiado vaidosos ou obcecados?


Existem duas vertentes: os que treinam pela sua saúde e para se superarem e os que vão ao ginásio para se exibirem. Os primeiros fazem-no por amor, os segundos por ego. Cada um sabe de si.



Mudar de vida e de hábitos não é fácil e implica toda uma mudança de mentalidade. O que pensas que esta mudança pode trazer de bom na vida das pessoas?


Pode trazer vida. Que, por estranho que pareça, falta a muita gente.






Bons treinos!


terça-feira, 17 de novembro de 2015

MAMÃS FIT E SUAS TRANSFORMAÇÕES: DOS PALCOS ÁS TROCAS DE FRALDAS !

Este é dedicado ás mamãs que me seguem, e ás que me vão seguir! Espero eu!

Como sabem sou mamã de uma linda pipoca de 2 anos. Já falei várias vezes aqui de como foi a minha rotina durante a gravidez e os cuidados que tive a nível alimentar e de treino e o quanto me ajudou na minha recuperação. Mas apesar de tudo isso, de treinar até ao penúltimo dia antes do parto, de retomar os treinos assim que tive autorização, dos cuidados com a alimentação e de ter engordado 9 quilos, apesar de tudo o que possamos fazer, a verdade minhas caras, é que não é fácil. Não é de um dia para o outro e não há milagres.

Sei que somos bombardeadas constantemente por histórias de pessoas que recuperam num abrir e fechar de olhos, de imagens na internet de transformações milagrosas, de genéticas incríveis e que parecem querer fazer-nos acreditar que podemos todas ser assim, que aquela é a normalidade, que ser FIT é recuperar de uma gravidez em 15 dias e ter o corpinho melhor do que antes até.

Atenção, eu, e porque vi na própria pele por experiência própria, acredito que se pode recuperar sim, e podemos até ficar melhor que antes sem duvida, mas não é de um dia para o outro. Por mais dedicadas que sejamos. É com muita dedicação, muita paciência, muita disciplina, muita persistência...é dar tempo ao tempo e saber analisar com a devida frieza os pequenos passos e as pequenas melhorias que vão acontecendo. A pele demora a ir ao sitio e a ganhar a mesma elasticidade e consistência, a barriga demora a recolher novamente assim como os orgãos internos, a força demora a voltar como era antes, a performance leva tempo a ser a mesma...

Não se culpabilizem pelo tempo que decidem dar aos vossos pequenotes nos primeiros meses como prioridade a tudo o resto e "adiando" os objectivos das mudanças físicas. Mas não se culpabilizem também quando decidirem que é hora de roubar um pouquinho do vosso tempo para se colocarem como vossa prioridade durante essa hora(s), pois acredito que sentirmo-nos bem de novo no nosso corpo, sentirmo-nos bem de novo por dentro e por fora só vai fazer de nós mulheres ainda mais confiantes, felizes e seguras conosco e com os outros, por isso acredito profundamente que poderemos ser também ainda melhores mães e mulheres quando estamos satisfeitas com os resultados dos nossos esforços e sendo mais saudáveis. Eu pelo menos sinto-me bem melhor após um treino e com outra energia para enfrentar os dias preenchidos e exigentes que nós mamãs sabemos como são.

Quero partilhar convosco alguns exemplos de mães, atletas e conhecidas no mundo do fitness por todo o mundo, que foram mamãs recentemente. Partilham as suas evoluções, passando exactamente a ideia de que também elas, apesar de todo o passado ligado ao desporto e de competição, apesar de uma gravidez dedicada aos treinos, têm as suas dificuldades e não são "perfeitas"! Step by step! Com calma! Tudo é possível! Sou fã de todas elas e sigo o trabalho de cada uma. E se elas que podem dedicar tanto do tempo delas profissional ao treino demoram a chegar lá de novo, imaginem nós!

Espero que vos sirva um pouco de inspiração e vos motive a abraçar uma vida mais saudável! Acreditem em vocês!

Bons treinos!



MIRELLA CLARK

Foi inclusivamente minha preparadora em 2014 quando me iniciei no mundo das competições e após a minha gravidez. Sei a mulher que ela é, uma mulher inspiradora.







ASHLEY HORNER
3º filho







JAMIE EASON





BELLA FALCONI











sábado, 14 de novembro de 2015

KNEELING SQUAT

Este é um exercício que incluí no meu plano de treino recentemente e o qual estou a adorar fazer. Apesar de ter no nome squat, agachamento, ele é essencialmente destinado a atingir os glúteos. Inclusivamente, quando comparado com outros tipos de agachamento, segundo estudos realizados, este é o que mais isola o trabalho do glúteo. Primeiro porque a posição em que estamos nos permite carregar muito mais neste exercício do que num agachamento diferente como aquele realizado em pé, e depois, pelo facto de estarmos de joelhos colocamos o femural num trabalho quase inactivo fazendo com que o glúteo faça quase tudo sozinho.


É um movimento muito controverso e quando comparado com outros agachamentos ou outros exercícios de glúteo pode não ser o exercício a realizar como prioridade. Mas na realidade funciona. Para maximizar e potencializar a activação do glúteo existem outros exercícios a fazer primeiro na lista de prioridades, como o hip thrust por exemplo. E se quisermos também trabalhar o quadrícipe então este não é o tipo de agachamento preferido a realizar. Ou seja, dentro dos agachamentos existentes isola muito o trabalho do glúteo, mas considerando todos os exercícios de glúteo não é o mais potente digamos assim! No entanto eu gosto de variar os meus exercícios, dar estímulos diferentes aos músculos, e tentar tocar no músculo de várias formas e posições diferentes. Por isso esta é uma opção e, em conjunto com outros exercícios, seguramente sentirás e terás resultados ao incluir o kneeling squat na tua rotina.


A questão essencial aqui é a técnica do movimento. É essencial que seja feita da forma correcta ou não só não sentirás nada como não terás resultados. O movimento deve ser sentido como um “agachamento atrás”, ou seja, não basta baixar o glúteo mas sim “empurrá-lo” lá para trás como se nos fossemos sentar. Ao levantar devemos levar a anca para a frente com a força dos glúteos de forma controlada contraindo a zona pélvica e não apenas empurrando para cima. Faço-me entender? Experimentem até sentir bem o que estou a tentar dizer-vos e para além disso é essencial que carreguem pois só assim sentirão o que estou a tentar explicar. Podem também fazer com barra livre em vez da smith que utilizo no video.


video


Outra mais valia do kneeling squat para mim é que não tem impacto nos joelhos e por isso não é limitativo para mim.


Bons treinos e aguardo o vosso feedback deste exercício. Experimentem!

Calças lindas da FITMaria



quinta-feira, 12 de novembro de 2015

RECEITA SIMPLES: PEITO DE FRANGO COM COCO

Na semana passada partilhei uma imagem das refeições prontas para levar para o trabalho na página do facebook. Recebi algumas mensagens a pedir para partilhar como fazia este franguinho!

O frango faz parte do meu dia, e várias vezes ao dia. Por isso há que ter imaginação para o cozinhar. Esta é uma das formas que gosto de fazer e sinceramente fica delicioso e é muito fácil.






Basta cortar os bifes ou peitos de frango fininhos, molhar os bifes em claras de ovo da mesma forma como se fossem panados, (eu uso só claras) e depois passá-los em coco ralado. Colocar na grelha e já está.

Vão verificar que a carne fica muito mais tenra e saborosa.

Experimentem!




quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Á VOLTA DAS DIETAS: PALEO, KETO E ALCALINA!

Regresso com um assunto interessante e que faz parte da curiosidade de muitos. Questionam-me muitas vezes sobre estas "dietas" e por isso faço um pequeno resumo do que cada uma delas consiste. 

Como sabem existem dietas para todos os gostos e para todas as teorias e como em qualquer caso temos de ter a capacidade de experimentar, provar e ver se aquele tipo de alimentação funciona conosco.
A experiência pessoal vale mais de qualquer outra ferramenta porque cada um de nós é diferente e pode não se sentir bem, não se identificar bem ou até não conseguir nenhum resultado mesmo aplicando à risca a alimentação prevista por uma dieta especifica.
Sabem já que não gosto da palavra dieta. Na realidade dieta para mim é outra coisa e não gosto daquilo a que associo por norma esta palavra. No entanto utilizarei esta palavra de forma a podermos distingui-las mais facilmente.


A primeira dieta aqui em questão é a dieta Cetogénica:





Esta dieta prevê a eliminação de todos os hidratos de carbono como o pão, arroz, massa ou batata. É alta em gordura e proteína, e baixa em hidratos o que resulta na Cetogénese. Quando o organismo não tem hidratos entra num processo chamado de cetose, em que o corpo passa a queimar a gordura que utiliza como fonte de energia ao invés do açúcar. Assim, como o organismo utiliza gordura do próprio corpo como fonte de energia principal, o indivíduo tem tendência a emagrecer mais rapidamente. Não comer hidratos pode revelar-se uma difícil tarefa, principalmente numa fase inicial, apesar do nosso corpo se habituar a tudo. Existem variadas formas deste tipo de dieta. E especialmente porque uma pessoa que treina pode encontrar-se nesta alimentação com falta de energia e resistência existe também a dieta cetogénica cíclica. 



Na dieta cetogénica cíclica faz-se um pequeno ciclo de altos hidratos de forma a preencher o "stock" de glicogénio no organismo. O corpo leva cerca de três dias a entrar ou sair da cetose, assim o ciclo seria: 5 dias em que a proteína, gordura e fibra são os alimentos privilegiados eliminando os hidratos nesta fase seguido de 2 dias nos quais se reduz a gordura, proteína, fibra e se aumenta bastante os hidrato de carbono como arroz integral, massa integral, aveia e frutas.

No entanto está provado que esta dieta funciona de um modo geral, ocorre de facto perda de peso a curto prazo mas tudo depende com que moldes é criada e construída, e principalmente como é levada em frente quando aplicada por um largo período de tempo. Outro contra é que, e generalizando uma vez mais, quando se regressa aos antigos hábitos alimentares, também se regressa ao peso anterior.



Outra dieta que começa a ser usada e entre outras também por razões médicas é a dieta alcalina.




A dieta alcalina consiste na manutenção do equilíbrio do PH do organismo através da alimentação, 
ingerindo alimentos que o tornem mais alcalino e menos ácido. Esta dieta, ainda não muito conhecida tem vários benefícios para a saúde.
O pH é uma escala que mede o grau de acidez e varia de 0 (muito ácido) a 14 (muito alcalino). O pH ideal do nosso organismo (do nosso sangue) é aproximadamente 7,4, ou seja, ligeiramente alcalino. Se o nível de pH descer demasiado e o nosso sangue se tornar mais ácido, as nossas células param de funcionar, é o que se chama entrar em acidose metabólica.

Todas as reações metabólicas que ocorrem no nosso organismo produzem ácidos, pelo que o nosso sistema fisiológico dispõe de mecanismos para neutralizar essa acidez. Os alimentos alcalinos atuam também nesta manutenção.

A acidez de um alimento deve ser medida através do seu efeito no organismo após a digestão, e não do seu teor de acidez e alcalinidade intrínseca. Por exemplo, as frutas cítricas são fontes de alimentos ácidos que após a digestão exercem efeito alcalino no organismo. A água com limão em jejum por exemplo é uma forma de alcalinizar o organismo logo pela manhã.

Os alimentos mais ácidos são a carne, o peixe, os cereais, as leguminosas e os lacticínios.
Esses alimentos trazem um alto aporte de carga ácida ao corpo e por isso é defendido nesta dieta a sua eliminação do nosso prato. A dieta alcalina vem ganhando força no tratamento de doenças como hipotiroidismo, cancro, perda de massa muscular, perda de massa óssea, intolerância à glucose, entre outras, e vários especialistas indicam que pacientes que façam uma dieta 90% alcalina, ou seja, baseada em alimentos com pH acima de 7, podem prevenir estas doenças e ajudar na melhoria da qualidade de vida.

Também a água pode ser alcalina, basta prestar atenção ao rótulo e certificar-se que tem um pH superior ou igual a 7. Por acaso esta questão do suposto equilibrio ácido-básico é uma razão pela qual ingiro água alcalina, neste caso a água Monchique que tem um pH 9,5.



Mais uma dieta muito falada especialmente entre as pessoas que praticam crossfit é a dieta Paleo:




A dieta Paleo defende o tipo de alimentação que os nossos ancestrais da era Paleolítica tinham, baseada em carnes e frutas, e mesmo assim enfrentando constantes desafios, vivendo em situações precárias e sempre levado ao extremo e ao limite. Segundo a Paleo o seu segredo para tanta vitalidade, força, energia, agilidade era de facto a alimentação que se fazia nesta época. A dieta Paleo é uma dieta muito simples, tão simples que não exige um regime, e nem exige um controle das calorias ingeridas diariamente. No entanto ensina-nos a comer corretamente e com qualidade. Esta alimentação elimina completamente os produtos industrializados, os quais não existiam na era Paleo, e principalmente os hidratos de carbono, que além de engordar podem trazer doenças como a diabetes.
A farinha e todos os alimentos que contêm farinha, pão, cereais, são completamente proibidos, assim como os açúcares e todos os adoçantes artificiais, comidas de plástico, e produtos fabricados. Muito rica em fibras e proteínas. A carne, de preferência carne gorda é o elemento mais privilegiado e tudo o que seja "comida de verdade", ovos, raízes, tubérculos, peixe! Comer quando quiser e quando realmente sentir fome, sem horários e sem contagem de calorias é também uma filosofia desta dieta.

Estes são só tres exemplos, cabe a cada um de nos pode experimentar e ver se e qual resulta melhor, mas o que eu aconselho antes de começar qualquer uma destas ou outras dietas é que antes de tudo modifiquem o vosso estilo de vida e a vossa “relação” com a comida. De facto este será o passo mais importante para poder manter a forma alcançada com a dieta durante a vossa inteira vida. Estas não são também abordagens a nível desportivo e que considere as suas necessidades calóricas, é uma abordagem curiosa e tendo em conta uma vida normal ou mesmo sedentária. 


Bons treinos!












quinta-feira, 5 de novembro de 2015

PRÓXIMO DESAFIO?! VAMOS?

Quero partilhar algo convosco que tem estado muito presente nos meus dias actualmente e que tenho tido muito prazer em fazer.

Como sabem, e para quem não sabe, a próxima competição está marcada, será dia 28 de Novembro (e 29 categorias de culturismo), na Taça Carlos Rebolo Classic, que terá lugar finalmente em Lisboa, no Meo Arena fazendo parte do evento Portugal Fit 2015.




Mas o que vocês não sabem é que, como representante Bikini Fitness do meu ginásio, desta vez, não irei estar só eu presente...mas seremos 8.. 8 mulheres Mr. Big Bikini Team! E digo mulheres exactamente porque estaremos a competir na categoria de Masters, ou seja, categoria para maiores de 35 anos. 


São vários os motivos pelos quais tudo isto será uma novidade. Porque é a primeira competição do ano 2015 em Lisboa que inclui a categoria bikini,  porque pela primeira vez teremos a categoria Masters, porque a abrir a categoria somos seguramente pelo menos 8, portanto será em grande (mas espero que mais mulheres se inscrevam também), porque pela primeira vez não pratico as minhas poses sozinha mas desta vez tenho a companhia desta grande equipa de meninas, porque posso partilhar com elas as minhas experiências e aprender tanto interiormente com cada uma delas e divertir-me de um modo diferente e bem especial.





Estas mulheres, cada uma delas com vidas distintas, cada uma delas com dificuldades e mais valias diferentes, com personalidades variadas, desafiaram-se para em cerca de 6 semanas ultrapassarem limites que até hoje não imaginavam ser capazes de fazer (muito menos em 6 semanas) e abraçarem este desafio com unhas e dentes. 


Tem sido muito curioso ver como acabamos por nos inspirar umas ás outras sem ser preciso sequer falar no assunto, com olhares, sorrisos, partilha de alimentação e treinos, de dificuldades e felicidade em cada nova pose adquirida e cada gesto melhorado. 


Para mim tem sido um orgulho poder tentar ajudar em algo todas elas, e saber que estaremos todas juntas naquele backstage e naquele palco. Pois para mim acima de tudo, as competições não foram apenas vontade de me superar sempre cada vez mais. É o aproveitar o ambiente vivido até pisar o palco, a partilha e as pessoas que conhecemos e nos marcam de algum modo, o nervoso miudinho e as pernas bambas naquele momento sob os holofotes, os sorrisos e companheirismo que se espelham nos olhos dos "nossos" que estão sentados no publico enquanto gritam por nós lá em cima, as risadas e discussões durante o tanning (enquanto nos pintam), os abraços sinceros quando tudo acaba, os laços que se estreitam. 





Sei que elas vão amar, tal como eu amo fazer isto, e sei que vão ficar com vontade de mais, como eu sempre tenho! E por tudo isto e muito mais convido-vos a estarem presentes neste dia e em todo o fim de semana com outras categorias a ter lugar assim como outros eventos que vão acontecer. Este evento chama-se Portugal Fit, os bilhetes encontram-se á venda por exemplo na Fnac e Blueticket, e inclui actividades como, para além da Taça Carlos Rebolo que é um dos maiores concursos de culturismo do país: 





Aulas de grupo abertas para milhares de pessoas: Zumba, SH’BAM ™ e BODYCOMBAT ™ (sábado), GRIT SERIES ™e BODYATTACK ™ (domingo) 
Ciclos de Conferências de Vida Saudável 
Show cooking 
Crosstraining: Grande Eliminatória e Final MANZ Cross Games 
Espetáculos coreografados
Stands de vestuário e equipamentos nesta que é a maior feira de desporto de Portugal!

E se mais alguém por aí está tentado em participar, inspirem-se, acreditem e vamos a isso! 
Bons treinos!


quarta-feira, 4 de novembro de 2015

PAPAS DE AVEIA COM CLARAS DE OVO!

Bom dia! Neste dia chuvoso só apetece começar com umas papas de aveia bem quentinhas e aconchegantes! wink emoticon

A receita original é da Eatofit mas faço pequenas alterações. 








Colocar em lume médio cerca de 200ml de água (ás vezes também uso chá em vez de água para dar outro sabor), aveia em flocos finos (fiz com cerca de 80gr de aveia), um pau de canela e raspa de limão. 
Quando a água for absorvida e estiver a fervilhar, adicionar claras de ovo (adicionei 6 claras e 1 gema ja mexidas anteriormente) e canela em pó, e 1/2 scoop de Instant Oats da myprotein com sabor a chocolate, mas há outros sabores que podem comprar aqui http://bit.ly/1OnXVJF
Cozinhar até obterem uma consistência ao vosso gosto, mexendo sempre. Podem servir e decorar com frutos secos, frutos vermelhos, fruta da época, etc!
É delicioso!

Nota: se não usarem as oats podem adicionar um pouco de stevia por exemplo para adoçar um pouco ou mesmo whey como a Whey Impact Proteín que podem adquirir aqui http://bit.ly/1MgJvbN . Por exemplo o sabor de banana deve ficar divinal.

Bons treinos