sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Estabelecer prioridades!

Existem momentos na vida em que temos mesmo de parar...São fases, e por muito que nos custe deixar de fazer o que mais gostamos, é mesmo necessário parar, ouvir-nos a nós próprios e ao nosso corpo, fazer uma pausa para avaliar a situação e descansar! E depois sim, recomeçar cheio de força, energia e vontade de novo...
Eu adoro treinar, é um dos meus maiores prazeres na vida, mas ainda agora saí de um período em que treinar estava quase a ser uma obrigação que eu tentava encaixar na minha vida. Atravessei um momento cheio de coisas novas por resolver e organizar, e treinar deixou então de ser algo onde eu desabafava e descarregava, para passar a ser algo pesado e dificil de concretizar. Até podia aproveitar enquanto estava a treinar, mas o antes e o depois do treino estavam a trazer-me energias negativas...depois de lutar comigo mesma, por tentar manter a minha rotina de treinos, e depois de o meu corpo, por tudo o resto que estava a suceder fora do ginásio na minha vida, me ter dado sinais de profundo cansaço, tive de analisar e ceder!
Em tudo na vida é assim...por vezes não basta toda a força de vontade, por vezes é mesmo necessário parar um pouco e estabelecer prioridades. Como regra geral é a força de vontade que nos ajuda a conseguir fazer tudo, mas acredito que em especiais momentos como este que passei, temos de deixar ir...é o famoso "let it go"...
Nem sempre depende tudo de nós, e não podemos controlar tudo na vida! Por isso, temos de fazer cedências, mesmo até contra a nossa vontade! Depois de ultrapassados certos momentos, ainda nos vai saber melhor retomar a nossa rotina e o que nos dá mais prazer.
Eu parei, descansei a mente e o corpo, reorganizei a minha vida, aproveitei também naquele momento o bom de não treinar (porque tudo tem um lado bom), e regressei! Com muito mais vontade e muito mais concentrada. Os prazeres não devem tornar-se uma obrigação e assim confirmo uma vez mais o que sempre digo, não vale a pena treinar por obrigação, não pode ser algo negativo e stressante. Deve ser algo que nos dê satisfação e que nos faça sair do stress! Nestes momentos tento compreender como será complicado para aquelas pessoas que treinam sem gostar, e por isso acredito que cada um deve procurar o desporto e a actividade que lhes dá mais prazer fazer, procurar entre tantos desportos aquilo que mais se adapta aos seus gostos! Ou tentar ver o lado bom do que estão a fazer e aprender a gostar...quem diria hoje que eu não gostava de musculação ;) Mas ao querer aprender como funciona e ao ver os resultados aprendi a gostar e hoje sou mesmo dedicada a esta actividade...
Acredita ;)