terça-feira, 28 de maio de 2013

O TEU MAIOR INIMIGO

Li recentemente um artigo muito curioso e engraçado. Acima de tudo, a meu ver, muito verdadeiro!

É sabido que para os iniciantes de uma actividade física num ginásio, a taxa de desistência dos mesmos é maior nos primeiros 3-6 meses de actividade. Vocês podem pensar que este é o melhor cliente de um ginásio, pois paga e não vai mais, mas desenganem-se. É mau para o clube porque sabe que aquele sócio mais tarde ou mais cedo vai desistir completamente e deixar de pagar, como é mau para a pessoa que desiste, por todas as consequências psicológicas (baixa auto-estima, sentir-se fraco, sensação de desistência) e físicas, já que dificilmente nos próximos tempos alinhará de novo numa actividade física.

Então, não tendo concorrentes directos que nos provoquem uma motivação para treinar e acabar em primeiro, não tendo alguém que puxe por nós ali ao nosso lado, como manter a motivação treinando sozinho? O estado psicológico e o próprio treino do pensamento, são o mais importante para manter a motivação. O maior trabalho é feito na nossa mente e como tal devemos primeiro que tudo estabelecer na nossa cabeça, as nossas metas, os nossos objectivos, as nossas motivações internas, os benefícios que teremos, ou seja, uma estratégia, e relembrar tudo no momento do treino!

Não vale de nada ter a melhor roupa e acessórios para treinar e depois ao chegar a hora H desistir antes mesmo de começar porque a mente está vazia e fraca.

No início a mente vai lutar contra nós próprios, vamos ter tendência a desistir e perguntar muitas vezes "o que estou aqui a fazer". Sempre que saímos da nossa zona de segurança, sempre que alteramos as nossas rotinas e abraçamos algo que nos causa até algum receio, sentimos como que uma luta interna. É normal! Mas como se costuma dizer, primeiro estranha-se e depois entranha-se! Só temos de vencer a fase inicial e planear uma estratégia adequada e realista.

O maior obstáculo numa fase inicial (e não só) somos nós próprios. Um dos factores de sucesso é estar preparado para enganar a nossa mente, para dar a volta aos pensamentos errados e saber escapar das más sensações iniciais.

Coloca uma boa musica nos ouvidos, faz um bom trabalho de preparação psicológica e bons treinos!