quinta-feira, 28 de março de 2013

TREINANDO GRÁVIDA!

Cada mulher e cada gravidez é diferente. O exercício físico é um aliado numa gravidez mas é importante que a mulher se mantenha informada sobre todas e quaisquer preocupações, precauções, contraindicações, limitações de peso, batimentos cardíacos normais por minuto, etc ... É melhor ser mais cautelosa e sentir-se segura nesta fase que deve ser de alegria e bem-estar.

É importante saber quais os exercícios ou posições a evitar, a frequência cardíaca máxima e as cargas que se devem usar de forma segura. Mesmo para uma mamã que adora treinar e que treine diariamente é normal ter pensamentos como "Agora tenho um bebé dentro de mim e não quero fazer nada para o prejudicar "! Por isso, é bom obter todas as respostas e sentir-se bem durante o exercício. Nenhuma mulher quer fazer algo que ponha em causa o bebé ou a gravidez, antes pelo contrário!

Portanto o primeiro passo é ser seguida por um médico e fazer-lhe estas questões.

Quanto ao cardio é bom fazer caminhadas ao ar livre ou na passadeira, (neste caso com inclinação por exemplo), ou elíptica. No segundo trimestre, depois da fase mais "crítica" passar, é possível treinar de forma um pouco mais intensa e jogar com velocidades diferentes. No último trimestre é normal que a intensidade volte a descer, mas mais uma vez é importante OUVIR o corpo.

Algumas dicas úteis para manter durante o exercício:

• Consultar um médico antes de iniciar ou retomar qualquer programa de exercício.

• Manter-se hidratada, beber muita água antes, durante e após o exercício.

• Usar roupas confortáveis e que permitem a respiração da pele.

• Usar sutiãs apropriados que dão suporte, especialmente com o crescimento do peito.

• Controlar durante o treino os batimentos cardíacos, que não devem ultrapassar os 150 BPM ou devem permitir a capacidade de manter uma conversa durante a realização do exercício.

• OUVIR O PRÓPRIO CORPO. Se não te sentires bem com algum exercício, mesmo que pareça uma parvoíce ou digam que é um exercício indicado, é importante PARAR. Cada mulher e cada gravidez são diferentes uma da outra, e a mulher sente quando algo não está bem.

• Não entrar em sobreaquecimento, isso pode prejudicar o bebé, especialmente durante o primeiro trimestre, quando os seus principais órgãos estão em desenvolvimento.

• Respirar corretamente durante todo o exercício e evitar prender a respiração.

• Evitar exercícios em posição deitado de costas, pode colocar pressão sobre a veia cava (duas grandes veias do corpo que são responsáveis por transportar o sangue venoso de volta ao coração). Isto pode reduzir o fluxo de sangue para o cérebro e para o útero.

• Cumprir uma fase de aquecimento e de retorno á calma.

Grávida ou não, é importante ouvir o nosso corpo e treinar de forma inteligente. No entanto, grávida é ainda mais importante. Não nos queremos prejudicar nem ao bebé, o exercício deve ser uma mais valia e não contrário.

Bons treinos ;) e felicidades para as futuras mamãs!