quarta-feira, 3 de julho de 2013

ESTOU A FAZER TUDO CERTO E NÃO VEJO RESULTADOS? O QUE ESTÁ A FALHAR?

Não estás a perder peso e não percebes porquê? Estás a fazer tudo certinho e mesmo assim não vês resultados? O que se passará?

O problema não é que estás a fazer bem e na maior parte do tempo, o problema é o que estás a fazer mal naqueles momentos de "estrago" que não estás a contabilizar. De segunda a sexta fazes tudo direitinho, e ao Sábado e Domingo decides premiar-te pelo esforço feito e conviver com os amigos, belas jantaradas e petiscos porque durante a semana vais compensar e voltar a ser cumpridor. Principalmente agora no Verão em que apetece sair mais e passar as tardes e noites na esplanada.

A questão é que só no fim de semana, ou naquele dia de relax em conjunto com um jantar com amigos ou uma festa, consomes o equivalente em 3/4 horas ao que deverias ingerir o dia todo e muitas vezes quase tanto como o que devias comer em dois dias em apenas umas horas de convivio.
Por exemplo 2 doses de uma bebida alcoolica branca equivale a cerca de 250 calorias, mais uma fatia de bolo de chocolate que tem cerca de 250 calorias, já resulta em cerca de 500 calorias assim fáceis, mais do que uma refeição normal durante a semana e cerca de um terço das calorias totais diárias necessárias (em média).

É claro que não digo que estamos proíbidos de tudo para sempre, aliás sou mesmo a favor da "cheat meal"! No entanto há que equilibrar as coisas. Muitas pessoas só começam a ver resultados e grandes diferenças quando cortam nos estragos exagerados do fim de semana e dos jantares.

Primeiro que tudo devemos tentar não comer por impulso e fazer um esforço por pensar "será que preciso mesmo de comer isto?". Quando tentamos fazer uma escolha reduzimos uma grande parte do estrago! Come o que realmente te apetece há muito tempo e te faz falta, e não comas o que aparece á frente só porque é dia de estrago e porque tem bom aspecto. E enquanto comes, come bem devagar e saboreia, disfruta, do que estás a comer! Muitas mulheres culpabilizam-se depois do estrago feito, principalmente porque o fazem impulsivamente e porque sabem que não precisavam estragar tanto. Se possível planeia mesmo com antecedência o que vais escolher quando estragares.
Except this weekend. Jordan and I are having epic cheat meal. I have been going hard for two weeks and my body needs a break.

Em segundo lugar tenta comer aquilo que tens vontade em pouca quantidade. Por vezes a parte que mais saboreamos é a inicial, as primeiras dentadas, era só mesmo o desejo de voltar a sentir aquele determinado sabor. Talvez não precises de comer meio quilo de gelado, talvez um copo com dois sabores, os teus preferidos, bastem para ficares satisfeita, principalmente se os saboreares bem devagar.

Em terceiro lugar é importante tentar compensar nas refeições seguintes e nos dias seguintes. Não passa por fazer jejum ou dietas malucas á base de liquidos. É uma questão de escolher o mais saudável possível nos dias seguintes, fazer as refeições de 3 em 3 horas novamente, reduzir durante a compensação o valor de hidratos de carbono, e consumir os integrais apenas, beber muita água, chás, comer proteínas magras, legumes, evitar o sal e fazer mais exercício aeróbico e musculação assim como mais caminhadas nesses dias.

Tenta que o estrago seja apenas uma refeição por semana, e em outros momentos que tenhas vontade de doces ou de comer "asneiras", escolhe opções mais saudáveis. Aprende a fazer as versões light e fit de receitas que adoras e naquele momento de fraqueza engana o teu corpo. Por exemplo, panquecas de claras de ovo com coco ou com doce, brownies de chocolate proteícos, gelado feito de proteína, bolo proteíco de banana e nozes, etc.

Achamos sempre que só aquele dia não vai fazer mal, ou só ao fim de semana, ou só naquele aniversário do amigo, ou só no Natal, ou só nas férias. Agora soma estas datas todas e vê quantos dias dá no final do ano! Vais ficar surpreendido.

Como li uma vez, o importante não é o que fazes naquela semana do Natal ao Ano Novo, é o que fazes do Ano Novo até ao Natal seguinte.

Bons treinos e menos estragos!