quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

METABOLISMO BASAL E METABOLISMO EM REPOUSO

Bom, é hora de retomar a rotina, retomar as tarefas que posso e me dão algum prazer, olhar para a frente e acreditar que ficar aqui triste e parada a ver o mundo passar não me vai ajudar em nada! O tempo curará tudo e se me distraír estarei só a ajudar-me e a ajudar os que me rodeiam...

O metabolismo basal de uma pessoa é o dispêndio de energia do corpo para praticar a sua actividade fisica, cerebral e visceral, ou seja o que o corpo consome em repouso apenas para manter a vida, os orgãos a funcionar e a actividade cerebral. Enquanto dormimos poderíamos analisar o valor mais baixo do metabolismo basal. Como a sua medição é dificil de realizar, a ciência mede o metabolismo em repouso, e existem diversas fórmulas para encontrar este valor.

O importante a reter é que a composição corporal influência o metabolismo em repouso. A massa gorda pode considerar-se inerte, enquanto a massa magra provoca aceleramento do metabolismo. Nos obesos o consumo de oxigénio em repouso é inferior ao consumo de oxigénio em repouso de uma pessoa magra, logo queimam menos calorias. Assim calcular as necessidades calóricas de cada um tendo em conta o metabolismo basal, deve ser baseado na composição corporal, pois a partir daí baseamo-nos na percentagem de massa magra e massa gorda. E quanto mais massa magra e mais massa muscular tivermos, mais calorias consumiremos e mais acelerado será o nosso metabolismo.