domingo, 22 de junho de 2014

ENTREVISTA A FÁTIMA PEREIRA: UMA MULHER INSPIRADORA!

Desta vez trago-vos uma entrevista a uma querida amiga que para além disso é uma atleta que sigo e me inspira. Competiu pela primeira vez em 2013 na categoria de bikini fitness, e desde aí tem trabalhado ao máximo para melhorar constantemente. Com o seu trabalho árduo e dedicação e a sua forma de levar a vida, é um exemplo e motiva os que estão á sua volta, não só quanto ao treino mas também no dia a dia e na vida pessoal. Leiam e deixem-se também inspirar por esta linda mulher, Fátima Pereira!





Fala um pouco de ti e como te iniciaste neste mundo da musculação ?

O desporto esteve sempre presente na minha vida. Começei pela dança clássica, e segui esse percurso até fazer os testes de entrada no conservatório. Apesar de ter tido sempre o apoio incondicional dos meus pais, decidi mudar a minha vida e desisti do mundo da dança, mas nunca deixei o desporto!
Inscrevi-me num ginásio, começei pelas aulas, depois veio o pole dance, e só depois comecei a levar a sério a musculação!
Incentivada pelo instrutor de um ginásio onde estava, comecei a preparar-me para competir...aí sim começou a paixão. O corpo a ser testado até ao limite da sua capacidade, para mim é a melhor compensação que se pode ter. Depois vem toda a parte de nutrição, suplementacao, e a vontade de saber, evoluir e aprender cada vez mais.
Superar-me todos os dias...é esse o meu espírito quando entro no ginásio.

Quando se tornou em algo mais sério e decidiste competir?

Eu levo sempre tudo ao meu limite...e entrar no mundo da competição é isso mesmo...testar as tuas dificuldades e limitações ao máximo, por isso em 2013 fiz a minha primeira competição, no campeonato nacional, na categoria bikini fitness! Para minha surpresa e alegria consegui um terceiro lugar, o que para mim, que não ía com objectivos de ganhar mas sim de mostrar a mim própria que era capaz de o fazer, foi uma sensação única. Óbvio que numa preparação nunca estás sozinha, TU és importante, mas mais importante do que tu própria são as pessoas que te preparam e que te acompanham!
Este ano competi novamente no campeonato nacional e apesar de não ter ficado bem classificada, sinto-me realizada, nao só porque evolui muito, nao só fisicamente, mas também fiquei mentalmente muito mais madura e preparada para enfrentar o palco e novos desafios.
Por agora ainda não tenho objectivos definidos quanto a competir, mas continuo a treinar, a comer e a suplementar-me como se fosse competir já amanhã.

O que mais gostas no que diz respeito a competir?

Sem dúvida que é a adrenalina. Há sempre espaço para melhorar e saber que tens um "dead line" para te apresentares em palco, dá-me um constante desafio de melhorar de dia para dia. Isso também me mantém saudável, forte, com a vantagem de poder estar em palco com os outros atletas.
E tudo se resume...amo aquilo que faço!

Como é que organizas normalmente o teu treino? Preferes treinar sozinha ou acompanhada?

Treino há 3 anos e compito há 2 anos. Como mulher, tenho que treinar pernas/gluteos 2 vezes na semana. Os meus braços desenvolvem muito depressa, por isso o meu treinador tenta sempre arranjar um equilíbrio no corpo, para que não se note tanta diferença.
O meu treino é sempre intenso, por isso se conseguir treinar acompanhada é perfeito. Quando isso não é possível, ponho os phones e dou o melhor de mim sozinha.
Os meus dias favoritos no ginásio, são sem dúvida os dias de perna!
O meu treino varia de semana para semana, porque devido á profissão não consigo ter folgas fixas. Assim que sei como vai ser o meu mês, junto do meu treinador estabelecemos rotinas, planos de treino e metas para esse mês. Descansos, normalmente 2 vezes por semana, em fase off season.

Como e a tua rotina alimentar durante o ano nos períodos em que nao estas a competir?

A minha dieta está sempre a ser alterada pelo meu preparador. Ele é que vê consoante as minhas necessidades e as mudanças no meu corpo.
Digamos que a minha dieta não varia muito em termos de alimentos, mesmo em "off season" é tudo controlado e pesado, e escolho o domingo, para fazer a cheat meal! Como 6 a 7 refeições por dia e bebo muita água.

Como lidas com as cheat meals?

Nao vou mentir. Adoro pizza e gelados, mas gosto mais ainda do meu corpo. Trata-se de respeitar o teu corpo e os teus objectivos. Se não consegues cumprir a promessa, quem é que vai acreditar em ti? Muita disciplina, mas não é impossível. Um truque...não ter "junk food" em casa:)
Apesar de ficar sempre indecisa, em relação á escolha da "cheat meal" para mim é mesmo muito importante fazê-la. Ajuda-me a seguir rigorosamente o meu plano de dieta durante o resto da semana.


 
 
Achas importante a suplementação no plano alimentar?

Como me diz uma pessoa muito importante na minha formação como atleta, o meu preparador, "alimentação é 70%, o resto é treino e a suplementação", por isso acho que todos deviam tomar pelo menos um Multivitamínico e omega 3. Se a pessoa treinar aconselho uns BCAAS e uma proteína whey, mas nada como pedir conselhos aos profissionais da suplementação. Existem já muitas lojas com excelentes profissionais que são pros em ajudar nesta matéria. Aprendam o que é melhor para vocês próprios!

Como te manténs focada?

É mesmo muito simples...amo o que faço. Adoro treinar, adoro ver as mudanças no meu corpo. O facto de querer sempre mais e mais, também me ajuda a encontrar o melhor de mim.
Sou motivada por saber que ainda tenho um longo caminho a percorrer até chegar onde quero. Sou inspirada por todos aqueles que mesmo com dificuldades nunca desistem.

E o que é mais difícil na preparação de uma competição?

Lutar contra a exaustão, é sem duvida o mais difícil. Nao é só a dieta que aperta, nem o treino intenso. É a combinação disto junto, mais a família, o trabalho, o stress...tento descansar o máximo que consigo nessas alturas, o dormir é fundamental.



Como lidas no dia a dia com as críticas e preconceitos que ainda existem para com as mulheres que fazem musculação?

Houve algumas pessoas que foram realmente más para mim, mas a maioria e quem é realmente importante para mim, tem-me apoiado imenso. E encontras sempre pessoas fantásticas, muito simpáticas, que te respeitam e querem saber tudo...desde conselhos, perguntas sobre dietas, de treino, sobre a tua vida, tudo mesmo:)
Se as pessoas reagem mal á minha imagem e utilizam sempre a palavra"desculpa", então é porque sentem que não estão a fazer o que deveriam fazer.
Todos nós sabemos que o exercício e o comer saudável são importantes, mas a maioria não o faz. Ser saudável é muito melhor que não o ser...e esta é que é a verdade!
E quando elas olham para este desporto como um "peep show", eu rio-me , porque se soubessem a dedicação e o compromisso que é subir ao palco, ou mesmo ser atleta sem competir, nao pensavam isso.
Aproveito para agradecer a todos os que estiveram e estão comigo...sem eles nada disto seria possível!

O que gostavas de dizer a quem pensa um dia competir?

Escolham competir convosco, não com os outros. Fá-lo por ti!
Tenham um objectivo, proponham-se a fazer algo com uma data limite e agora tratem de o alcançar.
Aconselho a velha máxima de um grande amigo "EAT, SLEEP, TRAIN, REPEAT", mas mais que isso, dar o nosso melhor todos os dias, que o treino de hoje seja melhor que o de ontem e não tenham medo da chamada "sala do ferro"!!!
Todos nós temos uma imagem daquilo que consideramos ser o corpo perfeito, mas mantenham-se sempre fortes e trabalhem para aquilo que vos faz feliz.